O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) interpelou o ex-ministro da Segurança Pública Raul Jungmann a prestar esclarecimentos sobre uma afirmação que foi feita por ele a um amigo a respeito da investigação sobre a morte da vereadora Marielle Franco, ocorrida em 14 de março de 2018.

Jungmann, que era ministro da Segurança Pública quando Marielle Franco foi executada, disse a um amigo que, dado o nível de comprometimento da Polícia Civil e do Ministério Público estadual no Rio de Janeiro, não há a menor possibilidade de o caso ser solucionado se a investigação não for federalizada.

Leia Também:  Recurso quase perdido é recuperado

O MP-RJ reagiu e, em nota divulgada à noite, comparou a afirmação a uma “atitude leviana”, que “não vem acompanhada de qualquer elemento de convicção”.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!