Jornalistas do Distrito Federal, ameaçados de morte ou de crimes por meio da Internet, serão incluídos no Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos (PPDDH). O DF será a primeira unidade da Federação a incluir os profissionais no programa.

No início do mês de novembro, um convênio foi assinado para este objetivo, entre a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e o Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos (MMFDH). O investimento do programa previsto é de R$ 800 mil.

De acordo com o subsecretário de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial da Sejus, Juvenal Araújo, o mapeamento permitirá o conhecimento da realidade na capital, e também a garantia de uma ampla divulgação do programa, referente às condições de integração, bem como seus objetivos, limites e possibilidades.

“É importante a execução desta política em todo território nacional. Iremos buscar metodologias de inteligência para tratar essas ameaças”, afirmou Juvenal Araújo.

Além de jornalistas, ambientalistas também serão incluídos no programa. O PPDDH acompanha, atualmente, 665 casos de defensores de direitos humanos ameaçados de morte em todo país.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Jornalista há 12 anos, Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há 8 anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!
Fechar Menu