Leila aprovou

Leila à espera de Bolsonaro (Foto: Pedro França/Agência Senado)

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou hoje (23) um projeto de lei que garante prioridade na tramitação judicial a ações de divórcio que envolvam vítimas de violência doméstica.

Proposta pelo deputado Luiz Lima (PSL-RJ), o texto teve como relatora a senadora Leila Barros (PSB). Os dois, inclusive, novatos e esportistas, anunciaram a dobradinha pelo projeto nas redes sociais.

A proposta segue agora para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).