O calote que o governo de Bolsonaro deve levar

Durante o governo de Jair Bolsonaro, o Tesouro Nacional deve levar um calote de R$ 154 bilhões por causa de benefícios concedidos aos Estados. A estimativa é da área econômica. A informação foi publicada pelo jornal Valor Econômico.

Para não pagarem as dívidas que têm com o União, os estados estão obtendo liminares na justiça para deixarem de pagar as dívidas ou empréstimos bancários garantidos pelo Tesouro. Entre 2016 e 2018, o socorro do governo federal aos Estados atingiu R$ 80,7 bilhões.

Um exemplo disso é que ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, determinou que a União não bloqueasse R$ 443,3 milhões de Minas Gerais. Esse valor seria uma contragarantia do Estado a empréstimos concedidos pelo Banco do Brasil. Cabe ressaltar que MG não assinou acordo com o governo federal para aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).