A operação da Polícia Federal desta terça-feira (15) que fez busca e apreensão em endereços ligados ao presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), fortalece a tese de justa causa para que parlamentares deixem o partido sem correrem risco de serem cassados por infidelidade partidária, disse o deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS), aliado do presidente Jair Bolsonaro.

“Sem dúvida (ajuda a sair do partido sem ser cassado). Como vou ficar no partido onde a Polícia Federal bate na casa do presidente?”

Em guerra com o comando do PSL controlado por Bivar, Bolsonaro e aliados pediram na semana passada à direção da legenda uma espécie de auditoria das contas da sigla em anos mais recentes. Por trás desse debate, está o controle dentro do partido do milionário fundo eleitoral, que foi turbinado após a legenda ter eleito uma expressiva bancada na eleição passada na esteira da vitória de Bolsonaro.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!