“Partidos da Oposição deram entrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a retirada de circulação do vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros. A alegação é de que o vídeo é propaganda política antecipada.”

Internautas usaram as redes sociais para fazer sarcasmo. Claro, bastante esperado no mundo político, o vídeo não passou de uma reunião de “síndico e condôminos”.

STF abre sigilo da gravação da reunião ministerial

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu abrir o sigilo da gravação da reunião ministerial de 22 de abril. O material foi apontado pelo ex-ministro Sérgio Moro como prova de que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tentou interferir na autonomia da Polícia Federal.

O vídeo faz parte do inquérito, autorizado pelo magistrado a pedido da Procuradoria Geral da República, para apurar a acusação feita por Moro ao deixar o Ministério da Justiça e Segurança Pública um mês atrás. As investigações apuram se o presidente agiu para tentar evitar que familiares e amigos fossem investigados

Interferência na PF

Nesta sexta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre o vídeo da reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril e questionou em qual momento da gravação há indícios de que tentou interferir na PF. A declaração foi dada durante uma entrevista à imprensa.

A gravação faz parte de um inquérito aberto após Sergio Moro pedir demissão do Ministério da Justiça e acusar Bolsonaro de tentar interferir no órgão. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou o sigilo do vídeo nesta sexta.

Ao comentar a situação, o presidente criticou seu ex-ministro da Justiça e disse que o vídeo não prova nenhuma tentativa de interferência.

– Dei toda a carta branca para ele. Um homem que realmente vai estar empenhado com o futuro do Brasil. Mas tudo bem, isso faz parte do passado (…) Repito para toda a mídia, cadê a parte desse vídeo de 2 horas onde minimamente tem indícios de que eu teria interferido na Polícia Federal, ou na superintendência no Rio de Janeiro ou na Diretoria-Geral da PF? – questionou.

Leia Também:  Vídeo desmente versão de porteiro

Bolsonaro também falou que não tem interesse em ser reeleito, mas sim atender aos desejos da população.

– Não tem nada. Um traque. A montanha pariu um oxiúros (…) A intenção não é essa, ser reeleito, eu só quero que o Brasil se acerte. Eu só quero que os políticos, nós todos, atendam ao interesse maioria da população, que é conservadora, que crê em Deus, que zela pela família. Que respeite o próximo, que tenha boas relações internacionais. Que valorize o que temos aqui dentro. Queremos isso, paz, liberdade. Deus, pátria e família. Só isso, mais nada. É o que o povo quer. E nós, políticos, somos escravos da vontade popular. O povo é que dá o norte para nós. Mais uma página virada – explicou.

Durante a entrevista, o presidente também fez críticas ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

– Moro, eu não quero que me blinde, mas você tinha a missão de não deixar eu ser chantageado. Nunca tive sucesso para nada. Era obrigação dele me defender. Não de corrupção, de dinheiro encontrado no exterior. Não, era defender o presidente para que ele possa trabalhar, tez paz. Contra uma pessoa que tem obsessão por uma faixa presidencial. Não consegue administrar o Rio de Janeiro e quer ser presidente da República – apontou.

Ele também disse que a PF começou a trabalhar melhor após a saída de Moro.

– Coincidência. Só depois da saída de Sergio Moro é que a PF começou a andar para a frente. Eu nunca interferi. Sempre liberdade total. Agora eu tenho mais que o direito, o dever, do que souber de errado em qualquer lugar do Brasil, como sempre fiz, encaminhar ao Ministério da Justiça para apuração (…) Lamento mais uma vez a forma como o senhor Sergio Moro atirando – ressaltou.

 

 

Vídeo da reunião ministerial:

Reunião Ministerial de 22 de abril- Mais uma farsa desmontada;- Nenhum indício de interferência na Polícia Federal;- João 8, 32 – “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Friday, May 22, 2020

 

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Douglas LapaEd AraújoLyliFilemon Valois Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Filemon Valois
Visitante

Parabéns Honrado Presidente Bolsonaro! Você dignifica os votos dos milhões de brasileiros que confiaram no senhor!
Continue sua Patriótica missão, Deus e o Povo jinto com você em prol de um país mais Sério, Livre, Justo e Próspero para nossos filhos e netos!

Lyli
Visitante
Lyli

kkkkkk rindo da esquerda pirando com o vídeo

Ed Araújo
Visitante
Ed Araújo

Uma preciosissima aula de civilidade e amor aos mais desfavorecidos do povo brasileiro

Douglas Lapa
Visitante
Douglas Lapa

Bolsonaro 2022!