O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou que o julgamento sobre a possibilidade de prisão após a condenação em segunda instância será retomado no dia 7 de novembro. A análise foi suspensa na semana passada após o placar terminar em 4 a 3 pela possibilidade de prisão.

No julgamento, o Supremo analise três ações declaratórias de constitucionalidade sobre o tema. Elas foram apresentadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo PCdoB e pelo Patriota.

Leia Também:  Câmara aprova suspensão de cadastro negativo

Faltam ainda os votos de Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli. Caso os ministros mudem o entendimento atual, que permite a prisão após a segunda instância, cerca de 4,0 mil presos podem ser beneficiado

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!