Depois da derrubada do decreto das armas de Jair Bolsonaro, o Senado Federal recebeu uma espécie de contraofensiva popular.

Uma ideia legislativa para tirar o porte de armas dos profissionais de segurança do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a 20 mil apoios na quarta-feira (19).

A ideia será debatida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), podendo se converter em proposição.

A sugestão, vinda de um cidadão do estado de São Paulo, fala em transformar os órgãos em “zona livre de armas”, proibindo a sua entrada e uso dentro das dependências.

Leia Também:  Bolsonaro deixa hospital após acidente doméstico

A segurança interna poderia usar apenas equipamentos não-letais, como tasers e gás de pimenta, e a segurança pública do Distrito Federal poderia ser acionada em casos extremos.

Para o autor da ideia legislativa, os parlamentares que defendem o desarmamento da população precisam “dar o exemplo” em relação à sua própria segurança cotidiana.

Com informações da Agência Senado

9
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Geraldo MedeirosJosé Antonio AlvesNiltonRonaldo QueirozEdvaldo Weller Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Reni
Visitante
Reni

Se o cidadão de bem não pode eles também não!!!

irani pereira da silva
Visitante
irani pereira da silva

Parabéns é isso ai 👏👏👏

João Luiz. Gomes
Visitante
João Luiz. Gomes

Se a população não tem dir

Ricardo Bahia
Membro
Ricardo Bahia

BOA, AGORA É SÓ AVISAR A BANDIDAGEM DAS BOCAS DE FUMO DE BRASÍLIA QUE NOS 3 PODERES NINGUÉM MAIS ESTA ARMADO E ELES PODEM ENTRAR E ROUBAR, ASSIM IRÃO SENTIR O GOSTINHO DE ESTAR DESARMADO

Edvaldo Weller
Membro
Edvaldo Weller

Perfeito já que eles pensam assim nada mas justo que dêem o exemplo

Ronaldo Queiroz
Membro
Ronaldo Queiroz

Tem meu apoio, acrescentando a proibição de policiais tanto do estado como federal de servirem de guardas costas de parlamentares e ministros,para evitar a falta de ante público em defesa do cidadão desprotegido.

Nilton
Visitante
Nilton

Perfeita ideia se eles acham que nao precisa de armas entao tem que ser pra todos.

José Antonio Alves
Visitante

Total apoio a proposta. Não teria lógica os ilustres desarmamentistas do senado terem ao seu lado homens armados, afinal elas trazem perigo para a sociedade, como eles mesmo disseram. Eu sugiro ainda que se recolham todas as armas, inclusive da policia legislativa, dando-lhes livros, que segundo alguns legisladores (as) impedem e reduzem a violência.

Geraldo Medeiros
Visitante
Geraldo Medeiros

Nada mais justo, se o cidadão não pode ter armas porque os seguranças dos Senadores podem??? Todos somos iguais perante a lei

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu