O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu ontem a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 para além dos três meses previstos inicialmente.

Disse ainda ser inevitável a discussão a respeito da criação de uma renda mínima permanente como maneira de contornar os efeitos da crise econômica da pandemia.

Leia Também:  Bolsa família em debate

A decisão de se prorrogar, entretanto, será tomada. A dúvida está quanto ao valor do novo auxílio.

Quanto ao auxílio permanente, a tomada de decisão é muito complexa e exigirá a realocação de despesas e aumento de carga tributária.

Não será fácil.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!