Rosa Weber, ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu um habeas corpus ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), que dessa forma não precisa comparecer ou pode ficar em silêncio na  CPI da Pandemia. O depoimento estava marcado para esta quinta-feira (10).

Wilson Lima é acusado de desvio de verbas e má gestão da pandemia. Em meados do ano passado foi alvo da operação sangria do MPF que indica desvio nos recursos recebidos pelo estado para combate a COVID.

Também pesa sobre ele a acusação de ter remediado a compra de suprimentos que derrocaram em várias mortes no início deste ano por falta de oxigênio hospitalar no atendimento de emergência do estado.

Outros governadores como Ibaneis Rocha (MDB), devem ser liberados do depoimento.

O governador Ibaneis Rocha disse, nesta quarta-feira (9), que sua convocação para comparecer à CPI da Pandemia do Senado Federal é inconstitucional. “Além de confrontar a Constituição, não sou citado em nenhum tipo de inquérito, em nenhuma ação judicial. Então não tenho motivo para estar nessa CPI, até porque não vou poder contribuir muito com eles”, destacou.

Com a estranha atuação do STF atualmente, é certo de que as convocações dos gestores vai dar em pizza.

Deixe uma resposta