O presidente Jair Bolsonaro é contra a taxação da energia solar no país. Ele garantiu que a geração de energia a partir dessa fonte não será tarifada quando for utilizada para produção e consumo próprios, mas sinalizou que a aplicação de uma taxa poderá ocorrer se for vendida. Nesse caso, o consumidor poderá pagar um custo de “frete” para o transporte até sua casa da carga gerada por fazendas solares.

Leia Também:  Bolsonaro vê Datena como opção para prefeitura paulistana

A meta é selar um acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para não ser necessário o Congresso aprovar matéria proibindo a tarifação. E mandou um aviso:

“Quem conversar (sobre taxação de energia solar), eu demito, cartão vermelho. Não vai precisar nem mais projeto da Câmara, pelo Senado.”

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há 8 anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!