O Senado aprovou, nesta terça-feira (22), a medida provisória que concedeu reajuste salarial para a Polícia Civil, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. O texto vai direto à promulgação porque o Congresso não fez mudanças no texto enviado pelo governo.

O reajuste entrou em vigor em maio, quando foi editado pelo governo federal, mas perderia validade se não fosse votado pelos senadores até esta terça. A MP foi aprovada ontem na Câmara Federal e passou apenas um dia no sistema do Senado.

Como a medida provisória estabelece que o reajuste é devido a partir de janeiro de 2020, os servidores já vêm recebendo os novos valores.

Leia Também:  Trâmite tumultuado na MP do Emprego

O texto dá aumento de 8% para policiais civis e de 25% no valor da Vantagem Pecuniária Especial (VPE), paga a todos os postos e graduações de policiais militares e bombeiros.

No caso dos PMs e bombeiros do DF, o salário é calculado de forma diferente, com um valor base que é somado a gratificações. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o impacto total na remuneração dos militares também é de cerca de 8%.

O senador Izalci Lucas (PSDB) usou as redes sociais para comemorar.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!