Hoje (15), a deputada Arlete Sampaio (PT) denunciou o “abandono” do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, repercutindo carta aberta dos funcionários da instituição. De acordo com ela, todos os tratamentos eletivos foram suspensos por falta de insumos e desde setembro o Governo do Distrito Federal (GDF) não repassa os recursos para pagamento de pessoal.

“Já que a Câmara Legislativa vai devolver algum dinheiro para a Secretaria da Fazendo, que esse recurso seja endereçado para normalizar o funcionamento daquela unidade”, defendeu.

A deputada ressaltou que o Instituto não está recebendo recursos para compra de medicamentos, enquanto a fila para procedimentos ultrapassa 200 dias de espera: “São 350 pacientes adultos e 65 crianças aguardando cirurgia cardíaca”.

Leia Também:  Distrital José Gomes sofre acidente de carro

Ela também relatou que há funcionários terceirizados “passando necessidade”, dependendo de auxílios de colegas para sobreviver. Em resposta ao pleito da deputada, o presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB), anunciou que já foram devolvidos R$ 12 milhões para o GDF e que a maior parte do repasse será em novembro e dezembro.

De acordo com ele, o destino destes recursos, provenientes da economia da CLDF, será decidido em reunião da Mesa Diretora e poderá ajudar na melhoria da Saúde do Distrito Federal.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!