A bancada do Distrito Federal no Congresso – Érika Kokay, Tadeu Filippelli, Bia Kicis, Paula Belmonte, Júlio César, Luis Miranda e Flávia Arruda- se reuniu, sexta-feira (11), para discutir a MP 971, que trata do reajuste da segurança pública no DF.

Os parlamentares  saíram com algumas missões específicas com a finalidade de acelerar a tramitação do texto.

A deputada Bia Kicis vai tratar do assunto com o governo federal e a base. Érika Kokay (PT) será responsável por articular com a oposição. O MDB receberá a orientação de Tadeu Filippelli em favor da aprovação integral e célere da matéria. Da mesma forma agirá Paula Belmonte, junto ao partido Cidadania, e Júlio César, no Republicanos.

De acordo com o relator, Luis Miranda, a ideia é fazer com que o texto vá ao Plenário com a anuência do Governo Federal e apoio dos líderes.

“A reunião foi muito produtiva. Temos certeza que estamos construindo um texto bem lapidado para que consigamos aprovar a MP o quanto antes. Será uma vitória para a Segurança Pública e à população do DF”, diz.

Há duas semanas, Miranda se reuniu com o secretário Anderson Torres e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Na discussão: a possibilidade de não haver emendas à proposta para acelerar sua votação, sobretudo textos considerados inconstitucionais e matérias alheias à MP.

Leia Também:  Política Nacional

Coube a deputada Flavia Arruda, coordenadora da bancada do DF, levar a Rodrigo Maia (DEM/RJ), o pedido para uma reunião nesta segunda-feira (14).

A MP precisa ser votada até 22 de setembro, no entanto, caso não haja votação, perderá a validade.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!