Ciro, mais uma vez, cuspido pelo PT

Onde houver política, sempre haverá reviravolta. Se você bebe dessa fonte, não analise política de uma forma fechada porque irá cair do cavalo. Um desses foi Ciro Gomes, que é mais sem rumo que qualquer outra coisa.

O “Coroné” apostava todas as fichas em ser o representante da “esquerda moderada” e, de uns tempos pra cá, vinha atacando Lula de todas as formas, na tentativa de mostrar que era um esquerda “anti-PT”. Ele ainda fazia oposição “porra louca” ao presidente Jair Bolsonaro.

Ciro tinha esperanças de ser o contraponto das duas frentes. Tinha! Só que com a elegibilidade de Lula, consentida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), isso se tornou impossível.

A primeira coisa que a esquerda ligada a PSOL e PT fizeram foi cuspir Ciro Gomes o colocar no lugar dele. Tanto que seu espaço na mídia foi reduzido e é, mais uma vez, o político candidato do “eu sozinho”, ou seja, sua candidatura é mais do seu ego do que das articulações políticas.

Ciro tem temperamento descontrolado e é um prato cheio para seu campo político, que é a esquerda. A canhota sabe como poucos implodir seus adversários companheiros de ideologia. Ciro sempre é tragado pelo PT. Hoje só de fala de Lula e Bolsonaro. Hoje, Ciro, o eterno presidenciável, no jogo do bicho da política não passa de um cachorro que late e não morde.

Só uma reviravolta colocaria Ciro Gomes no páreo, mas digo que, neste caso, as estrelas não costumam se alinhar com ele.

Ciro não passa de uma gota no oceano e só!