É na Câmara Legislativa que passa todo o cenário político do DF. Não adianta pensar diferente. Sim, CLDF e Palácio do Buriti caminham lado a lado. Esse negócio de poderes independentes só é bonitinho no papel e para ideólogo fundo de quintal, aliás, aqui no DF tem de monte.

Para uma boa governança, o chefe do Executivo precisa ter uma CLDF afinada a seu governo. Ponto. Do outro lado, os deputados distritais precisam ter uma certa independência para, também, ter espaço no cenário político ou até alçar outros voos.

Na atual Câmara Distrital, a Mesa Diretora é Ibaneis Futebol Clube e, nesta, outros distritais estão alijados do processo. Se dermos uma espiada, os principais cabeças do Legislativo estão cheios de espaço no governo, já os outros só migalhas. Fora que os mesmos vendiam a ilusão de ter os colegas distritais na mão, só que as últimas derrotas palacianas mostram que não é bem assim a história. Venderam gato por lebre.

Leia Também:  O Passarinho Está Virado No Jiraya

Nesse jogo da sucessão, os distritais vão ter que escolher uma próxima Mesa Diretora submissa ao governador ou talvez uma raposa para comandar os novatos, e/ou até mesmo um “novinho” com sangue nos olhos.

As fichas estão lançadas. Quem leva a melhor? O Submisso, a Raposa ou  o Novinho?

Uma destas configurações dará o tom no próximo biênio.

Preparem a pipoca e o refrigerante.

3.3 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.