Projeto aprovado na Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da CLDF prevê reservas de vagas de emprego, aprendizagem e estágios para travestis, transexuais e transgêneros.

Empresas que recebem incentivos fiscais ou que mantenham contrato ou convênio com o Poder Público do Distrito Federal deverão contratar pessoas trans na proporção de no mínimo 5% do total de seus empregados.

Leia Também:  Novos administradores no Sudoeste e Cruzeiro

A proposta é de iniciativa do distrital Fábio Félix (Psol).

“Nosso objetivo é promover a inserção desse grupo no mercado de trabalho formal. A Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) estima que 90% dessa população recorre à prostituição em algum momento da vida como forma de sobrevivência, o que aumenta os riscos de sofrerem violência”, disse o parlamentar.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marconi
Marconi
1 mês atrás

Cada palhaçada que esses políticos inventam, como uns cara desse é eleito, o povo é burro de mais.

Pereira
Pereira
1 mês atrás

Seria interessante cota para quem não tem dente, quem se acha feio, quem tem bafo, etc…..kkkk

Eduardo Ribeiro
Eduardo Ribeiro
1 mês atrás

Palhaçada!!!! Tanta coisa para ser resolvida na cidade e esse imbecil propõe um absurdo desse!!!!!

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!