A distrital Júlia Lucy (Novo) foi incisiva durante a sessão desta terça-feira (8). Após ler o artigo 72 do regimento da Casa, a parlamentar disse ao presidente: “Presidente, é claro! Agora, ou o senhor instala ou o senhor não instala!”

E continuou: “A gente não vai aceitar essa tentativa de jogar para cima de um parlamentar (Grass) inaugurando uma mudança no regimento interno. Não vamos aceitar essa responsabilidade ser jogada nas costas do deputado Leandro sozinho.”

Julia coloca Prudente contra parede

“Então, por favor, o senhor diga se vai cumprir o regimento interno instalando, ou se o senhor não vai cumprir não instalando e daí a gente vai fazer um recurso.”

A parlamentar disse que não se submeteria ao controle do plenário. “Não está escrito no regimento, presidente. A gente não vai passar por cima do regimento mais uma vez.”

Leia Também:  O Independente

 

Elementos necessários para instalação

De acordo com Julia, a Comissão já tem elementos suficientes para ser instalada. Para ela, é inadmissível dizer que não é competência da Casa fiscalizar atos envolvendo a Secretaria de Saúde.

“A CPI já tem os elementos necessários para sua instalação, dentre eles o objeto definido. É um absurdo o parecer da Procuradoria da Casa dizer que não cabe a fiscalização da Câmara Legislativa em atos de gestão da Secretaria de Saúde em virtude de os recursos utilizados na pandemia serem federais. Defendo a imediata instalação da CPI em respeito não só ao Regimento Interno, mas às nossas competências constitucionais e ao povo do DF, para que a Câmara possa voltar a trabalhar em outros temas igualmente relevantes para a população”, defendeu a deputada Júlia Lucy.

 

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fala serio
Fala serio
18 dias atrás

Parabéns temos ainda políticos de ética na casa parabéns deputada |Júlia Lucy.

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!