Advogados do secretário de Saúde afastado Francisco de Araújo protocolaram, no início desta tarde (31), pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

O secretário de saúde do Distrito Federal foi preso em uma operação que investiga supostas irregularidades na compra de testes para detecção da Covid-19. Ele foi detido no apartamento onde mora, no Noroeste, e está em prisão preventiva desde a última terça-feira (25).

De acordo com advogado Cléber, a defesa tem tomado as providências necessárias dentro da lei e espera que em algum momento seja possível restabelecer a liberdade do secretário.

Deixe uma resposta

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!