O deputado distrital Hermeto está proibido de se aproximar de sua ex-mulher Vanusa Lopes.

De acordo com Tribunal de Justiça do Distrito Federal, a decisão foi fundamentada na Lei Maria da Penha.

O distrital terá que manter distância de 300 metros da ex-mulher.

Vanusa disse que a medida foi motivada por agressão psicológica e tentativa de denegrir a sua imagem.

 

“Tenho passado muitas situações difíceis de violência psicológica, moral e destruição da minha imagem. Diante de tudo que tenho vivido, preferi procurar ajuda, pois ele tem feito anulação social, alijamento e proibido que as pessoas falem comigo.”

 

Leia Também:  "Manobras articuladas"

Hermeto, que nega as acusações, é um dos parlamentares a compor a CPI do Feminicídio da Câmara Legislativa.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sueli Pinheiro
Sueli Pinheiro
11 meses atrás

COMO PODE O POVO VOTAR NESSE CIDADÃO? PELO AMOR DE DEUS! ELE NÃO NOS REPRESENTA NUNCA! ELE JAMAIS PODERÁ ESTAR NESSA CPI! KD AS MULHERES DEPUTADAS DISTRATAIS Q FORAM ELEITAS PELO O POVO? O Q ANDAM FAZENDO Q NAO SE DEFENDEM A SE MESMOS POR SEREM MULHERES. NAO PODEMOS SEREM RIVAIS POR SEREM IGUAIS. PAZ! IGUALDADE! OPORTUNIDADE!

Sueli Pinheiro
Sueli Pinheiro
11 meses atrás

DEPUTADAS DISTRITAIS ELEITAS SOMOS A MAIORIA Q DEFENDA O CASO. DIGAM NÃO AO FEMINICIDIO. QUANTAS MULHERES TERÃO Q MORRER? FALA SERIO! VAMOS TRABALHAR!

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!