Deputados da Frente Parlamentar da Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente ingressaram com notícia-crime contra Sara Winter. A ativista divulgou dados de uma criança de 10 anos, vítima de estupro. As informações da menina, que engravidou, contudo, estavam protegidas por sigilo de Justiça. Os distritais pedem que a Delegacia da Criança e a Promotoria da Infância e da Adolescência do Distrito Federal processem Sara.

Arlete Sampaio (PT), Fábio Felix (PSol) e Leandro Grass (Rede) assinaram o documento. De acordo com eles, a investigação deve ocorrer em âmbito local, pois Sara mora no Distrito Federal.

“A justiça precisa investigar com urgência como Sara Giromini, que foi coordenadora-geral de Atenção Integral à Gestante e à Maternidade no ministério comandado por Damares, conseguiu o endereço do hospital onde o procedimento foi realizado. Temos que exigir que Sara e as autoridades que tenham colaborado para o vazamento de informações sigilosas sejam punidas pelos diversos crimes que praticaram ao expor uma criança de 10 anos a diversos riscos”, defende o presidente da Frente.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!