Na sessão remota da Câmara Legislativa, desta quarta-feira (7), a deputada distrital Júlia Lucy (Novo) questionou a troca de administrador em Águas Claras. De acordo com Júlia, a população fica perdida a cada uma destas trocas. Segundo ela, quando o administrador começa finalmente entender como funciona o órgão e começa a se adaptar àquela máquina, o governador simplesmente, por questões políticas, decide fazer a mudança.

“Essa pessoa é retirada de uma forma bruta, abandonando projetos. Nós parlamentares sabemos muito bem que a grande dificuldade que temos no DF é projeto, é continuidade de projeto”, disse a parlamentar. “É por isso que as coisas não chegam até o fim e as pessoas estão tão frustradas”, reclamou.

Júlia ainda falou sobre a possibilidade das Administrações serem uma simples ouvidoria.

“A minha opinião é que as Administrações Regionais fossem reduzidas a uma simples Ouvidoria, com uma estrutura e de 3, 4 ou 5 servidores no máximo. Afinal de contas, eles não tem quase nenhuma autonomia para fazer alguma coisa e as Administração são verdadeiros loteamentos políticos que não dão respostas à população.”

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!