O deputado distrital Reginaldo Sardinha teve uma das vitórias mais surpreendentes nas eleições de 2018 e de quebra foi um dos poucos políticos que calou a minha boca. Nas eleições me perguntaram se ele tinha chances de ganhar as eleições eu não titubeia em dizer que isso jamais aconteceria. Não deu outra me lasquei e aprendi que em política ser mãe Dinah é fletar com o erro.

Sardinha teve pouco mais de 6 mil votos, o suficiente para ser eleito seu mérito foi ter escolhido partido e ter tido os votos necessários para a sua eleição, quem teve mais voto que ele só lamento, pois, o hoje parlamentar jogou com o regulamento embaixo do braço como diz na regra do esporte ataques ganham jogos e defesas ganham campeonatos.

Leia Também:  Manobrando

Hoje Sardinha sabe que não pode mais pensar em 2018 e que seus votos precisam mais do que ser dobrados e que seu mandato não poder ser dentro do gabinete. O parlamentar precisa praticamente fazer uma campanha de quatro anos.

Por isso, que na sua base eleitoral o Cruzeiro nenhuma folha cai sem que ele veja até iluminação de postes são trocadas com recursos de suas emendas de parlamentares.

Fora as andanças por cidades onde ele não foi votado conversei informalmente e mais cheguei atrasado, Reginaldo Sardinha já sabe de tudo o que eu estou falando, não é a toa que o Democratas querem o seu passe.

O deputado que estava no lugar certo na hora certo sabe que precisa dobrar a aposta. Ouviu assessores mortos na preguiça

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu