O deputado distrital Eduardo Pedrosa (PTC) talvez seja o parlamentar mais vigiado na Câmara Legislativa. Ser sobrinho da ex-deputado distrital Eliana Pedrosa e filho do tão comentado Eduardo Pedrosa Pai é um grande peso. Muitos disseram que ele não iria aguentar essa salada de frutas que é sua vida política.

Só que o tempo está mostrando que o menino está tendo vida própria e quer trilhar sua carreira política sem deixar qualquer dúvida sobre quem acha que o mesmo só quer favorecer a sua família. Pelo contrário, Eduardo com as ações do seu mandato está em voo solo.

Os interesses da família não o pautam e nem a sua prole lhe cobra isso. A empresa perde R$ 5 milhões em contratos com o GDF, mas seu mandato ganha corpo e, hoje, o sobrinho é o protagonista político da família.

Seu primeiro ano de mandato, em matéria de números e articulação com os outros parlamentares, foi pra lá de satisfatória, o que poderia ser o maior obstáculo. A lei, de sua autoria que multa quem passa trote em serviços de emergência é uma coisa propositiva, merecedora de aplausos.

Leia Também:  Tudo acontece

Com o Palácio do Buriti também não foi ruim. Hoje, o Eduardo é considerado aliado político do governador Ibaneis Rocha e tem votado com o governo, as suas emendas parlamentares têm sido executadas e, assim, o capital político do parlamentar se expande sendo objetivo.

O que Eduardo Pedrosa precisa fazer em 2020 é uma expandida em sua comunicação falha em redes sociais e mostrar a sua personalidade e realizações para o eleitorado mostrar a que realmente veio.  No segundo, isso deveria sua prioridade, arraiar a capacidade de mostrar o que está fazendo. Simples assim! Por enquanto é a sua maior falha.

Na próxima matéria iremos analisar o mandato do deputado distrital Hermeto.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.