Em dezembro teremos as eleições da Mesa Diretora da Câmara Legislativa e o atual presidente, Rafael Prudente (MDB), já deu a sua reeleição como certa.

Mas algumas contas o colocam no fio do bigode dessa disputa. Nessa terça-feira (20), o Centrão voltou a dar as caras. Antes G-5, agora eles são G-6, devido a adesão da recém empossada Luzia de Paula, que será menos um voto para Rafael.

Já a oposição são menos quatro votos. Se juntar esse seis e mais quatro da oposição são menos 10 votos para a recondução do presidente.

Restariam 14 votos em disputa. Nesse bolo tem a “nervosa” Júlia Lucy, do Novo, que não votaria de jeito nenhum no Prudentinho.

Leia Também:  STJ manda soltar ex-subsecretário

Portanto, a eleição do Prudente está 13 a 11 se formos começar a desenhar um cenário. A vantagem praticamente não existe.

Se ninguém do Centrão roer a corda, poderá ficar bem posicionado na composição da próxima Mesa Diretora.

Na oposição, Prudente não tem vez. O jeito para o presidente seria dar aquela porrada esperta no G-6 e dissolvê-los o quanto antes.

O xadrez começa a ser jogado rumo à sucessão da Mesa Diretora.

Quem irá dar o xeque-mate?

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
GEORGE LOPES DA COSTA
GEORGE LOPES DA COSTA
1 mês atrás

Isso e se tiver um outro concorrente divide mais ainda os votos

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.