A região do Gama está passando por uma espécie de “guerra fria”. Batalha travada em seus bastidores. Explicamos:

O caso envolve a Superintendente da região Sul de saúde, Elayne Rangel Marinho e a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.

Motiva essa “guerra”, as nomeações de chefias que estão sob o domínio dessa superintendência. Os nomes que Elayne coloca nos cargos não tem agradado ao grupo da Marli. E há reclamações, por conta disso, de que tem havido boicotes e retaliações às chefias.

Vale ressaltar que as duas têm força política dentro do governo de Ibaneis Rocha.

As chefias serão trocadas, em especial a diretoria do Hospital do Gama – maior foco da tensão. E as informações preliminares é de que não serão as pessoas que agradam a turma da presidente do SindSaúde.

Ou seja, mais capítulos nesse conflito…

5
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
0 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
EirimeliaSueli Pinheiroelias lopes da silvaGessi Ramalho Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gessi Ramalho
Visitante

Só não entendo uma coisa, se as duas são de apoio,e ou tem força no governo, porque não se unem é trabalhem com respeito ao povo,e ao governo? Acho que as duas são inimigas do governo,e o governo deveria exonerar as duas!! O mal se corta pela raiz!!!

elias lopes da silva
Visitante

Marlibabá só pode sofrer de bipolaridade, ela tem que consultar um psiquiatra, não dar pra ser sindicalista e gestora ao mesmo.

elias lopes da silva
Visitante

Quem sofre com Isso e a população.. mal atendida por funcionários que fazem birra para ter seu direitos atendidos..

Sueli Pinheiro
Membro
Sueli Pinheiro

PALHAÇADA ISSO VIU! O POVO E Q PAGA O PREÇO POR DIVERGÊNCIAS? FALA SERIO!

Eirimelia
Visitante
Eirimelia

Só há interesses de ego. Essa Marly desde sempre com a necessidade de mostrar poder. Auto afirmação? Na saúde, paciente e servidor, ninguém pensa mesmo….

Elton Santos

Elton Santos é formado em jornalismo e atua na área política do Distrito Federal há oito anos, sempre buscando os bastidores do poder. Já passou por redações e assessorias na capital federal
Fechar Menu