As operações que apuram um suposto esquema criminoso para favorecimento de empresas em contratos da merenda escolar e produção de videoaulas, realizados pela Secretaria de Educação do DF, foram tema de pronunciamentos no plenário virtual da Câmara Legislativa, nesta quarta-feira (9).

O distrital Chico Vigilante já vinha, há algum tempo, falando  sobre as irregularidades. Hoje, ele relembrou de suas falas em plenárias.

“Há um tempo eu disse que, se não mudassem os rumos do que estava acontecendo na Secretaria de Educação, ia sair gente algemada de dentro do Palácio [do Buriti]”, destacou o deputado Chico Vigilante (PT).

O distrital lembrou que, à época do período de elaboração do edital para contratação de merenda escolar, ele já havia alertado para o envolvimento de um lobista com atuação em fraudes em prefeituras de São Paulo, Santa Catarina e Paraná: “Ele elaborou o processo de licitação, que passou a ser operado dentro da Casa Civil. Na época, denunciei ao Ministério Público”.

Leia Também:  Criada nova secretaria sem deputado

Reginaldo Veras (PDT) chamou atenção para a compra de uniformes: “O que se aplica à merenda escolar também se aplica à licitação de uniformes. Tem ‘cabrito’ nesse processo também, é só investigar um pouco”.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!