Esses dias li umas notícias sobre o deputado distrital, líder do governo e policial civil, Cláudio Abrantes (PDT) fazer uma viagem a Europa. Primeiro não quero criticar A ou B por matéria alguma. Cada redação a sua sentença.

Só que nos dias hoje, as apurações parecem estar muito apaixonadas com uma pitada de militância política, com recheio de linchamento virtual e de sobremesa uma boa lacração.

Estou longe de defender qualquer político nessas linhas, mas o distrital Abrantes, que por acaso também é líder do governo Ibaneis, está com a viagem programada para a Europa paga do seu próprio bolso, não há custos para o erário. O parlamentar não terá parte do seu salário pago quando estiver ausente. Tudo normal.

Leia Também:  Sem lata

Outra: quando o deputado programou a viagem particular, não havia a CPI do Feminicídio.

Só não entendi o porquê de não colocar alguém para o substituir e, assim, tocar os trabalhos. Isso já seria tema para outro texto.

Enfim, se a viagem é particular, os dias ausentes descontados do seu vencimento, o parlamentar irá custear do seu próprio bolso e se onerar o contribuinte não há polêmica alguma nisso. Não há porquê de pegar o sujeito para “Cristo”

Hoje um link compartilhado pode arruinar uma carreira política.

Longe de mim defender alguém e longe de mim também de ser injusto.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu