Na campanha eleitoral tudo é festa, com muito oba-oba e blá,blá. Normal. Só que a realidade do dia a dia não tem nada a ver com as campanhas políticas. O mundo real é diferente.

Hoje nós temos um estado quebrado, desemprego alto, criminalidade cada vez mais ousada e só sabemos que existe o Estado quando chega o IPTU, IPVA ou alguma multa de trânsito.

Na campanha os candidatos prometem um mundo mais justo e fraterno. Só que quando se deparam com o poder as coisas mudam, a burocracia trava qualquer iniciativa e o buraco fica mais embaixo, bem fundo.

Aumento para servidores? Os cofres estagnados não permitem. Obras? Muito menos.

Nesse sonho os sindicatos e vários segmentos da sociedade vem juntos, mas esquecem do mundo real. Não seria a hora do eleitor, sindicatos, sociedade organizada e entre outros saber a realidade da cidade?

Leia Também:  O palaciano me contou que está "brabo" com Prudente

Ah, não culpo a campanha e muito menos o candidato ou seja lá quem for. Sabe por quê? Se ele se atrever a falar realidade das coisas corre o risco de não ter voto algum. O jogo é esse e ninguém é inocente.

Servidores públicos, sindicatos ou seja lá quem for, não está na hora de conhecer o orçamento antes de declarar apoio a quem for?

Sobre o governador Ibaneis Rocha (MDB), ele não enganou ninguém e nem é mentiroso, a realidade estava aí olhos nus. Ele fez o que qualquer um teria feito. Simples Assim.

E boa sorte a Ibaneis!

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Michael Rodrigues de Lima Pereira

Descordo com todo respeito! Se a verdade estava aos olhos de todos o porquê tantas promessas? Porque não deixou claro na transição? Porque não da uma coletiva e coloca tudo as claras? Porque quem disse ser Novo está com as velhas práticas?????

Ane
Ane
1 ano atrás

Complicado, mas o Ibaneis sabia sim da situação e enganou a todos. Isso é mais visível agora. A situação do DF não eé fácil, mas prometer o que não pode ser cumprido é estelionato eleitoral e é imoral. Essas promessas sem vergonha e descaradas vão desde a concessão dos reajustes às benfeitorias que o então candidato faria com o seu dinheiro. Não adianta relativizar. O Ibaneis mentiu e mentiu muito.

José Paulino
José Paulino
1 ano atrás
Reply to  Ane

Não sei o que esse ” jornalista” quis dizer, ainda admiro Maquiavel, com o” Príncipe” é mais claro e objetivo nas palavras.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.