“Não nos cabe entrar em disputas políticas entre as partes, mas o que aconteceu ontem (terça-feira) foi desastroso. Existia uma expectativa de muitos empresários pela aprovação. Muitos estão sem movimentar seus negócios porque não têm certidões em função de pendências com o fisco.”

Palavras do presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF), Francisco Maia. De acordo com ele, a rejeição do Refis causa prejuízos para todos os envolvidos.

Leia Também:  Despesas pagas pela população: Cadê o poder público?

Ainda segundo ele, o setor produtivo vai iniciar uma “nova batalha” pela aprovação do Refis, “esperando que os conflitos entre governo e Câmara Legislativa não prevaleçam”.

 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!