A assessoria do deputado Daniel Donizel (PSDB) nos enviou uma nota, dando explicações sobre a aprovação do plano de saúde vitalício a ex-deputados e familiares.

O Bloco Brasília em Evolução, que o parlamentar integra, vai pedir a anulação da votação.

Donizet é a favor da proposta inicial. O deputado também informou que apresentou um projeto proibindo os ex-parlamentares e seus familiares de terem acesso ao plano de saúde.

Os deputados disseram que as emendas foram apresentadas fora do prazo estabelecido e que não constavam no sistema da Casa.

 

Confira na íntegra:

 

Primeiramente, afirmo que NÃO sou favorável ao plano de saúde para ex-deputados distritais e seus familiares.

JAMAIS imaginei que a população receberia a informação de forma tão distorcida.

Quem acompanha meu trabalho sabe da seriedade e responsabilidade que tenho com a população.

O objetivo NUNCA foi gerar mais gastos para a população, mas infelizmente foi assim que a informação se espalhou.

Lamento todo esse ocorrido e peço a todos que acompanhem os desdobramentos desse processo na Câmara Legislativa para que tirem suas próprias conclusões.

O Bloco Brasília em Evolução, do qual sou membro, solicitou, à mesa diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal, que torne NULA a votação do Projeto de Resolução 40/2020, que trata da regulamentação do Fascal.

Inclusive, apresentamos um Projeto de Resolução que proíbe ex-deputados distritais e familiares de utilizarem o plano de saúde.

Deputado Daniel Donizet

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!