O o ex-subsecretário de Vigilância à Saúde, Eduardo Hage, foi preso pela segunda vez pela Polícia Civil, nesta manhã (25). A ação faz parte da terceira fase da operação Falso Negativo, que investiga supostas fraudes na compra de testes para a Covid-19.

Eduardo Hage foi o único entre os investigados que conseguiu liberdade através de um habeas corpus,

Leia Também:  Transporte gratuito

 Ele é suspeito de dar “falsa validade aos projetos básicos” com objetivo de “afastar eventuais alegações de invalidade ou conluio na edição e lançamento de tais documentos”. De acordo com o MP, Eduardo Hage tinha o papel de analisar as contratações, como autoridade máxima da Vigilância em Saúde.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!