O procurador de Justiça, Marco Vicenzo, também entrou com ação popular contra a medida que prevê plano de saúde vitalício a ex-deputados.

Houve protestos de deputados após a votação e muitos disseram que não tiveram acesso ao texto e viram má fé do presidente e do vice-presidente da Casa.

A análise do projeto já havia sido adiada, mas, em plena pandemia, voltou à pauta em sessão que tratava de outros temas.

O fundo é alimentado com 6% do orçamento da Câmara para despesas de “pessoal e encargos sociais”. O valor equivale a R$ 39 milhões em 2020, além de contribuições de beneficiários.

Leia Também:  Nos Bastidores

De acordo com Vicenzo, é um absurdo, em plena pandemia, aprovarem o projeto.

 

 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!