A Fecomércio iludiu o Governo do Distrito Federal (GDF) ao não cumprir acordo. A instituição decidiu recuar de mais uma promessa feita.

Cidades, como Ceilândia, foram incluídas no processo de reabertura do comércio, porque entidades que representam o setor garantiram apoio nas medidas de prevenção, incluindo a construção de um hospital de campanha, só que foram palavras ao vento.

O hospital  e a doação de equipamentos e utensílios de saúde acordados com o governo local viraram só promessa.

O governador Ibaneis Rocha não gostou nada nada.

A instituição alega que foi instruída pela Confederação Nacional do Comércio. Contudo, a CNC entende que não é papel do Sesc construir hospital e afirmou que mantém, em Ceilândia, uma das maiores unidades do Sesc do país. Disse ainda que vai continuar auxiliando a população em ações gratuitas e acessíveis.

Leia Também:   O Passarinho Espeta Geral

O Distrito Federal ainda não vive um cenário de superlotação e de colapso do sistema de saúde enfrentado por diversos estados, mas o hospital de campanha foi utilizado como garantia à abertura do comércio do DF.

A Fecomércio deve uma resposta à população do DF.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!