Que o grupo Porta dos Fundos gera polêmica e revolta cristãos com suas sátiras envolvendo o cristianismo já não é novidade. Porém, no final deste ano (2019), a plataforma de filmes e séries em streaming Netflix também está sendo criticada por hospedar o filme mais recente da produtora de humor.

Na sinopse do filme “Especial de Natal Porta dos Fundos : A Primeira Tentação de Cristo”, um breve texto apresenta: “Jesus está fazendo 30 anos e traz um convidado surpresa para conhecer a família. Um especial de Natal tão errado que só podia ser do Porta dos Fundos”.

O tal “amigo” (Fábio Porchat) que o personagem de Jesus (Gregório Duvivier) traz para passar alguns dias em sua casa seria também seu “namorado”, segundo a história. Porém ao longo da trama, o parceiro se revela como o diabo.

Uma petição online (change.org) que exige que a Netflix retire a série de seu acervo já conseguiu mais de 180 mil assinaturas em apenas 5 dias após sua criação. O objetivo é atingir 200 mil.

Leia Também:  Senadora Leila Barros está com covid-19

O deputado federal Julio Cesar (Republicanos) usou as redes sociais nesta segunda-feira (9) para mostrar sua indignação. O parlamentar considera inadmissível o nível de chacota com Deus e os cristãos e promete entrar com uma representação contra o filme.

“Inadmissível! É uma chacota à fé dos evangélicos, dos católicos. Nós precisamos dar um basta. Inclusive, eu estarei entrando com uma representação porque isso é vilipêndio, que está previsto no artigo 208 do Código Penal. Nós precisamos acabar com isso!”

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!