O Iges-DF vai ter que se explicar ao Tribunal de Contas do DF sobre a compra de equipamentos. Uma representação da deputada Júlia Lucy (Novo), de outubro de 2019, aponta indícios de sobrepreço em cadeiras de rodas e cadeiras de banho hospitalares. De acordo com a parlamentar, alguns destes objetos são encontrados no mercado por um valor bem inferior aos que foram comprados pelo ex-secretário de Saúde Francisco Araújo Filho.

Leia Também:  Banco de ração e utensílios para animais

A distrital só recebeu resposta um ano depois. A representação dá 30 dias para que o Iges e a empresa escolhida se expliquem e apresentem toda a documentação referente à compra

Ainda de acordo com parlamentar, “essas compras ainda podem ser barradas”.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!