A deputada federal Flávia Arruda (PR) está bem relacionada na Câmara dos Deputados. Ela conseguiu aprovar no Plenário da Casa, um requerimento para criar uma comissão externa para acompanhar os casos de violência doméstica contra a mulher e de feminicídio no País.

E para coroar, ela será presidente da Comissão. “Não adianta apenas criar leis punitivas, mas que não dêem poder e força para essas mulheres lutarem por seus direitos e que também não as acolha de forma efetiva em um momento de tamanha vulnerabilidade. É urgente que as estruturas estejam prontas para receber, escutar, proteger e lutar ao lado de cada mulher vítima de violência,” disse a parlamentar ao Portal Rádio Corredor 

Leia Também:  Abrantes eleito para presidência de CPI

Nessa hora não há críticas. Uma comissão para tratar de um assunto tão sério merece aplausos.

As vítimas, enfim, terão uma voz.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nogueira
Nogueira
1 ano atrás

A Deputada deu um grande passo para protagonismo dentro do congresso será que já está de olho na cadeira de Ibaneis?????

Valdenis De Deus Alves
Valdenis De Deus Alves
1 ano atrás

Excelente pauta

Gessi Ramalho
Gessi Ramalho
1 ano atrás

Comentei sobre isso, inclusive, a DEAM mais parece um consultório psicológico pois o atendimento não passa de meras escutas e orientações! fazendo com que a vítima fique andando de um lado para o outro!! O espaço de atendimento á mulher, deveria ser totalmente integrado dando assistência do começo ,meio e fim. essa é a minha sugestão,para que o atendimento á mulher seja completo,integralmente.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.