Para ter que mudar o nome do Estádio Mané Garrincha, o governador Ibaneis Rocha (MDB) terá uma batalha pela frente: convencer os deputados distritais a apoiá-lo da ideia. Alguns deles já fizeram cara feia.

mane 255x170 - Vai ter que convencer distritais

O comando definitivo do Complexo Esportivo de Brasília foi repassado ao consórcio Arena BSB, nesta terça-feira (04). O governador Ibaneis Rocha (MDB) transferiu a gestão para o presidente do grupo de empresas, Richard Dubois, que ficará responsável pelo Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, o ginásio Nilson Nelson, o complexo aquático Cláudio Coutinho e a área no entorno.

Richard Dubois disse que o nome Mané Garrincha remete a “um passado não muito bonito” e, por esse motivo, pode mudar [o nome].

“A gente vai preservar a história do Mané, e acho até que a gente tem que recuperar a imagem. Hoje, o nome ‘Mané Garrincha’ ainda está ligado a um passado não muito bonito por causa da obra. A gente quer que o nome celebre o esporte e o grande jogador que Garrincha foi”, declarou Dubois.

O diretor do consórcio prometeu sediar diversos jogos e eventos nacionais e internacionais.

Leia Também:  Conta logo

E o governador deve se preparar. Movimentos contrários à mudança devem surgir.

 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!