Está difícil para Ibaneis Rocha alocar o quase ex-distrital Wellington Luiz (MDB) em algum lugar no seu governo. Ele foi um dos primeiros a ter um cargo na nova gestão. Iria para o Metrô. Seu nome acabou sendo barrado por uma legislação que não permite parlamentares na estatal.

De consolo, ele seria encaminhado para a Agefis, que mudaria de nome para DF Legal. O deputado não gostou muito e acabou arrumando uma rusga com Ibaneis. Com os ânimos menos acirrados, decidiram colocá-lo na Codhab. Pelo menos até a atualização desta matéria, às 19h12, ele continuava sendo indicado para lá. Até quando?

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Cesar
Paulo Cesar
1 ano atrás

Wellington , é um servidor respeitado e comprometido com a cidade, daria uma grande contribuição ao Governo Ibaneis .

Lima
1 ano atrás

Wellington é um defensor ferrenho dos servidores públicos teve mais votos q muitos Deputados eleitos só não levou por conta legislação ,,tem trabalho atuante na área social também em benefício da população DF ,, vai ajudar muito governo Ibaneis c certeza

Juvenal Alves De Neto
Juvenal Alves De Neto
1 ano atrás

Wellington é um defensor dos servidores públicos e população DF ,tem trabalho no social pelo DF ,,vai ajudar muito governo Ibaneis c certeza , teve muito mais votos de alguns Distritais eleito, só não levou por conta legislação eleitoral ainda arcaica neste País ,,deveria ser assim ganha que tem votos e não o contrário,,

Fernanda
Fernanda
1 ano atrás

Deputado Wellington Luiz foi um dos mais atuantes parlamentares que teve mandato na Câmara Legislativa. Sempre em defesa da população de Brasília, sua bandeira sempre foi pela segurança e servidores públicos. Uma pessoa de caráter, íntegro,dedicado a gestão e com um grande diferencial Tem Palavra e não se deixa corromper.
“O patrimônio de Brasília é o seu povo”. Deputado Wellington Luiz

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.