As mulheres no topo. Mas não como elas merecem

Em uma comparação entre os anos de 2017 e 2018 foi constatado um aumento nos números da violência no Brasil. Destacam-se os casos relacionados a feminicídio e misoginia. Logo depois […]